Procon Estadual autua quatro restaurantes em Icaraí

Procon Estadual autua quatro restaurantes em Icaraí

Publicado em

Fiscais descartaram cerca de 25kg de alimentos impróprios ao consumo


Fiscais descartaram cerca de 25kg de alimentos impróprios ao consumo - Divulgação

O Procon Estadual fiscalizou restaurantes em Niterói nesta sexta-feira (07/12). A primeira ação da Operação Trampolim esteve em cinco estabelecimentos de uma região gastronômica no bairro de Icaraí. Quatro locais foram autuados e 23kg e 750g de produtos impróprios ao consumo foram descartados.

O Japa (Rua Dr. Leandro Mota, 144) armazenava 17kg de produtos sem especificação de validade, entre pele de salmão, lula e salmão. Já o restaurante Cattleya (Rua Dr. Leandro Mota, 142) armazenava 3kg e 850g de produtos vencidos, entre molhos e batata rústica. Outros 2kg e 900g de produtos, entre bacon, molho e frutos do mar, não estavam devidamente rotulados com informações de vencimento.

No Salve Simpatia (Rua Dr. Leandro Mota, 2) não foi apresentado aos fiscais o certificado de potabilidade da água e não havia no estabelecimento o cartaz com o telefone 151 e o endereço do Procon-RJ. O cartaz também estava ausente no Bar Predileto (Rua Mariz e Barros, 396), que não tinha o cartaz sobre a disponibilidade de água potável e gratuita para clientes, nem o Livro de Reclamações. No bar foram encontrados problemas estruturais: ralo sem tela de proteção, geladeira com ferrugem, piso quebrado e lixeira com pedal inoperante. 

Não foram encontradas irregularidades no seguinte estabelecimento: Confraria (Rua Dr. Leandro Motta, 148 – Icaraí).

O  nome da operação é uma referência ao trampolim de Icaraí, um dos cartões postais de Niterói nos anos 30 e 40 do século passado. Com projeto do arquiteto Luiz Fossati, o trampolim era de concreto armado, tinha 12 metros de altura e seu desenho remetia a um pássaro de asas abertas.  

Balanço da Operação do Procon em Niterói

1 – Bar Predileto (Rua Mariz e Barros, 396 – Icaraí): Ausência de cartaz sobre a disponibilidade de água potável e gratuita. Ausência do Livro de Reclamações. Problemas estruturais: ralo sem tela de proteção, geladeira com ferrugem, piso quebrado, lixeira com pedal inoperante.

2 – Cattleya (Rua Dr. Leandro Mota, 142 – Icaraí): Produtos vencidos: 650g de molho de ervas, 400g de molho pesto, 800g de batata rústica, 1kg de molho de queijo, 1kg de mostarda preta. Produtos sem especificação de validade: 1kg de bacon, 400g de frutos do mar, 1kg e 500g de molho de tomate. Problemas estruturais: lixeira com pedal quebrado. Ausência do certificado de potabilidade da água.

3 – O Japa (Rua Dr. Leandro Mota, 144 – Icaraí): Produtos sem especificação de validade: 12kg de pele de salmão, 2kg de lula, 3kg de salmão.

4 – Salve Simpatia (Rua Dr. Leandro Mota, 2 – Icaraí): Ausência do certificado de potabilidade da água. Ausência do cartaz que informa o telefone e endereço do Procon.

Fonte:  O Fluminense

Niterói Online 18/06/2019 às 18h48 Cidades

Veja Também

Comentários

Adicionar Comentário
sentiment_dissatisfied

Opsss... Ainda Não Temos Comentários Para Exibir!

Deixe Seu Comentário

Faça Sua Avaliação!