Prédios do Horto estão sem luz

Prédios do Horto estão sem luz

Publicado em

Energia foi cortada na manhã de sexta-feira, por falta de pagamento. Governo do Estado negocia regularização da dívida


No Horto do Fonseca funcionam alguns órgãos do Governo Estadual, entre eles a Secretaria de Agricultura - Foto: Lucas Benevides

A inauguração da iluminação natalina no Horto do Fonseca, na Alameda São Boaventura, na Zona Norte de Niterói, perdeu um pouco do seu brilho na sexta-feira.  Segundo funcionários do local, pela manhã a concessionária Enel cortou o fornecimento de energia elétrica da área externa do parque e dos prédios localizados em seu interior, por falta de pagamento. Somente a parte frontal do Horto do Fonseca manteve as luzes acesas.

Quem chegava ao local na noite de sexta-feira, logo após a cancela que dá acesso ao palácio, se deparava com a escuridão. Guardas-municipais precisaram ligar os faróis dos veículos para identificar quem chegava ou saía do local. Entre as edificações às escuras está a sede da Administração Regional do Fonseca, a sede da Guarda Municipal e o orquidário, um dos principais atrativos dos visitantes. 

A situação se manteve neste sábado. Segundo funcionários, o corte de luz acabou afetando parte dos serviços, principalmente os internos. Alguns temem, ainda, que essa situação possa se prolongar e representar risco para a segurança de frequentadores e trabalhadores durante o período noturno. 

Quem trabalha por lá garante que a situação já se repetiu outras vezes. 

“Essa não é a primeira vez que cortam a luz daqui. Da última vez, ficamos cinco dias trabalhando no escuro. É uma pena”, disse um funcionário do local, que preferiu não se identificar. 

O Governo do Estado disse que nos imóveis localizados no Horto do Fonseca funcionam setores administrativos de órgãos da Secretaria de Agricultura, que não têm funcionamento nos fins de semana. 

Em relação ao corte no fornecimento de energia, a secretaria respondeu que está trabalhando para regularizar a situação o mais breve possível. 

Questionada sobre o funcionamento do local às escuras, a Prefeitura de Niterói disse que não houve corte de fornecimento para a gestão municipal. 

A concessionária Enel informou que tomou a decisão de interromper o fornecimento somente após tentar negociar o débito do Governo do Estado em várias ocasiões, ressaltando que segue resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e que notifica seus clientes com antecedência. 

Fonte: O Fluminense

Niterói Online 18/06/2019 às 18h11 Cidades

Veja Também

Comentários

Adicionar Comentário
sentiment_dissatisfied

Opsss... Ainda Não Temos Comentários Para Exibir!

Deixe Seu Comentário

Faça Sua Avaliação!