Polícia negocia libertação de reféns em ônibus na Ponte

Polícia negocia libertação de reféns em ônibus na Ponte

Publicado em

O tráfego na Ponte Rio-Niterói foi totalmente bloqueado na manhã desta terça-feira (20). O tráfego no sentido Rio de Janeiro foi interrompido por volta de 6h por conta de um sequestro. Segundo o Centro de Operações do Rio, o bloqueio no sentido Niterói é temporário para implantação de uma faixa reversível.


Ônibus foi sequestrado. | Foto: Alex Oliveira

O tráfego na Ponte Rio-Niterói foi totalmente bloqueado na manhã desta terça-feira (20). O tráfego no sentido Rio de Janeiro foi interrompido por volta de 6h por conta de um sequestro. Segundo o Centro de Operações do Rio, o bloqueio no sentido Niterói é temporário para implantação de uma faixa reversível.

Passageiros de um ônibus da viação Galo Branco, que vinha de Alcântara, foram rendidos por um sequestrador que teria embarcado na BR-101. Por volta de 7h, tropas do Batalhão de Operações Especiais (Bope) chegaram ao local para negociar a libertação de reféns.

Até o momento, segundo a Polícia Militar, cinco reféns foram libertados. As informações preliminares são de que há ao menos dez reféns no interior do ônibus.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem que rendeu os passageiros possui um revólver de calibre 38, um taser, uma faca e um galão de combustível.

Há atiradores de elite da Polícia Militar posicionados ao longo da rodovia. Atuam na operação o Batalhão de Ações com Cães, Polícia Rodoviária Federal (PRF), RECOM, 12º BPM e Corpo de Bombeiros.

Trânsito
O incidente trancou o trânsito em toda a região metropolitana. Segundo a Niterói Transportes e Trânsito (NitTrans), motoristas enfrentaram congestionamentos em todos os acessos à Ponte: Alameda São Boaventura, Jansen de Melo e Feliciano Sodré.

A orientação geral é pelo uso das barcas, que operam acima da capacidade com viagens de dez em dez minutos, segundo a concessionária CCR Barcas.

Na BR-101, o congestionamento inicia já em São Gonçalo, na altura do Gradim, segundo a concessionária Arteris Fluminense.

Na RJ-104, outra via de acesso, as filas iniciam em Tribobó. Passageiros de ônibus chegaram a desembarcar para seguir o trajeto a pé.

Fonte: Plantão Enfoco

Niterói Online 19/09/2019 às 05h42 Polícia

Veja Também

Comentários

Adicionar Comentário
sentiment_dissatisfied

Opsss... Ainda Não Temos Comentários Para Exibir!

Deixe Seu Comentário

Faça Sua Avaliação!