Limite de renda para Bilhete Único Intermunicipal pode ter fim

Limite de renda para Bilhete Único Intermunicipal pode ter fim

Publicado em

Atualmente, benefício é concedido para quem ganha até R$ 3.205 mensais. Alerj vota projeto


O Bilhete Único Intermunicipal de transportes deixará de ter limitação de renda para utilização, hoje fixada em R$ 3.205 mensais. É o que determina o projeto de lei 3.283/17, do deputado Eliomar Coelho (PSol), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vota nesta quarta-feira (19), em segunda discussão.  

A proposta modifica a Lei 5.628/09, que instituiu o Bilhete Único Intermunicipal no Rio. Atualmente, para ter acesso ao benefício, que garante a integração tarifária entre os modais de transportes, o usuário deve declarar sua renda mensal. Nos casos em que o cartão funciona na modalidade vale-transporte, o empregador é quem faz essa declaração.  

“A integração tarifária não é um mero benefício, ela deve garantir que quem trabalha não precise pagar os altos preços da moradia nos bairros mais centrais ou onde se concentram os empregos. Muitos usuários e empresas não têm como arcar com o aumento de custos repentino do transporte do Rio. Esse fato prejudica o usuário e até mesmo as concessionários de transportes, que tanto acusam a redução de passageiros como motivo para solicitar revisão tarifária acima do reajuste inflacionário”, declarou Eliomar Coelho.

Fonte:  O Fluminense

Niterói Online 21/02/2019 às 04h33 Fique Por Dentro

Veja Também

Comentários

Adicionar Comentário
sentiment_dissatisfied

Opsss... Ainda Não Temos Comentários Para Exibir!

Deixe Seu Comentário

Faça Sua Avaliação!