Hospital Azevedo Lima ganha mais leitos

Hospital Azevedo Lima ganha mais leitos

Publicado em

Nova sala de emergência foi inaugurada nesta quinta-feira (10). | Foto: Ibici Silva


Durante a inauguração da nova sala de emergência do Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no Fonseca, Zona Norte de Niterói, no final da manhã desta quinta-feira (10), o Secretário Estadual de Saúde, Edmar Santos, já revelou que em um período de seis meses a unidade deve ser totalmente revitalizada.

“Essa inauguração representa parte daquilo que o nosso governador Witzel tem nos cobrado: entregar a população uma Saúde de qualidade e humanizada”, pontuou.

Com a reforma entregue, o espaço recebeu um modelo semelhante ao utilizado em modernos centros de trauma dos Estados Unidos, que inclui a integração de todo o sistema de assistência.

De acordo com o governador Wilson Witzel (PSC) é obrigação do Estado investir 12% do seu orçamento na Saúde. Ele disse que apesar das dificuldades, os avanços já são perceptíveis.

“O que está sendo entregue hoje é um exemplo daquilo que faremos em todo o Estado. Estava essa semana mesmo em Brasília lutando pelos royalties de petróleo e conseguimos uma vitória excepcional”, disse.

“De todos os estados da Federação o Rio é o que mais vai receber os benefícios, algo em torno de R$ 3 bilhões para  investimentos, que serão implantados nas escolas, nos hospitais, nas estradas. Pode ter certeza que no nosso governo, o dinheiro vai para o povo”, continou Witzel — revelando ainda que em até meados de 2020, o Azevedo Lima recebe 50 novos leitos, totalizando 300 camas disponíveis aos enfermos.

Espaço inaugurado nesta quinta. Foto: Ibici Silva
A dependência inaugurada nesta quinta, conta com sete leitos exclusivos para o atendimento aos pacientes com trauma, um leito de contingência, além de cinco leitos para os casos clínicos e outros dois para trauma infantil, sala de sutura, posto de observação médica e farmácia satélite exclusiva para a emergência.

Durante a solenidade, que começou por volta das 11h30, médicos especialistas em trauma realizaram uma simulação bem sucedida de atendimento no espaço que vai receber pacientes vítimas de acidentes automobilísticos, atropelamentos, perfuração por arma de fogo e queda, entre outros.

Essa já é a terceira unidade do estado a ganhar esse tipo de emergência, que já foi implantado nos hospitais estaduais Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, e Alberto Torres, em São Gonçalo.

A partir de agora, sempre que um paciente vítima de trauma grave for levado ao Azevedo Lima por equipes de resgate, haverá contato prévio com a unidade para que a área de trauma receba informações referentes às condições do paciente.

Nesses casos, a preparação para a chegada da vítima será feita antes mesmo da entrada do paciente, possibilitando a prestação do socorro imediata e aumentando a chance de sobrevivência e diminuindo a possibilidade de sequelas.

“Queremos ter algo no padrão internacional. Vimos a simulação do que é o atendimento no Azevedo Lima e se estivéssemos nos Estados Unidos, na Europa, seria exatamente a mesma qualidade e a mesma segurança”, ressaltou Edmar dos Santos.

Estiveram presentes na cerimônia diversas autoridades, entre elas a primeira dama Helena Witzel, além dos deputados estaduais Gustavo Schmidt (PSL), Paulo Bagueira (SDD), Coronel Salema (PSL), Capitão Nelson (Avante), entre outros políticos.

Capacitação

Para a implementação do novo modelo de atendimento ao paciente politraumatizado, toda a equipe assistencial de trauma do Azevedo Lima recebeu treinamento teórico e prático. Os cursos foram oferecidos por equipes de emergências médicas do Corpo de Bombeiros e instrutores do SAMU, além de profissionais da própria unidade.  

Além dos cursos, também foram realizadas reuniões técnicas para apresentação do novo modelo de atendimento para equipes de resgate e de unidades que mais transferem pacientes para o HEAL.

A partir da inauguração da nova unidade integrada de trauma, o hospital contará com dois eixos distintos: um exclusivo para trauma e outro para pacientes clínicos, o que permitirá maior foco da equipe assistencial nos diferentes tipos de atendimento. 

A unidade passa a contar com sete leitos exclusivos para o atendimento aos pacientes com trauma, um leito de contingência, além de cinco leitos para os casos clínicos e outros dois para trauma infantil, sala de sutura, posto de observação médica e farmácia satélite exclusiva para a emergência.  

Diretor da unidade, o médico Rogério Casemiro explica que a experiência da equipe faz a diferença no momento do atendimento.

“A mesma equipe implementou o tipo de atendimento nas outras unidades estaduais. Isso facilita bastante. O objetivo é que o impacto positivo seja imediato para os pacientes e familiares”, conta.

Fonte: Plantão Enfoco

Niterói Online 15/10/2019 às 05h36 Cidades

Veja Também

Comentários

Adicionar Comentário
sentiment_dissatisfied

Opsss... Ainda Não Temos Comentários Para Exibir!

Deixe Seu Comentário

Faça Sua Avaliação!