Cratera tem quase uma década

Cratera tem quase uma década

Publicado em

Buraco aberto após um deslizamento em 2010 segue tirando o sono de moradores de Santa Bárbara


O buraco que já atrapalha a locomoção de veículos na Rua Olavo de Paula pode aumentar ainda mais com as chuvas - Foto Reprodução

Um deslizamento de terra ocorrido em 2010 ainda tira o sono dos moradores de Santa Bárbara, na Zona Norte de Niterói. Na época, parte de um barranco cedeu durante fortes chuvas na Rua Olavo de Paula, interditando cerca de três casas. A cratera que se formou com o deslizamento, levando até pedaço do asfalto, permanece no local e o medo é que residências da rua de baixo, Damastor Ribeiro, sejam atingidas com um novo desabamento. 

Morador do local há 20 anos, Márcio da Silva Estabile, de 55 anos, mora na casa diretamente abaixo da cratera. Ele diz que, a toda chuva que atinge a cidade, fica sem dormir, com medo de uma nova tragédia. Além dele, que é aposentado por invalidez, causada por um problema de coluna, e tem dificuldade de locomoção, moram na residência a esposa, o filho de 15 anos e o sogro, de 89. 

Segundo Márcio, na época do deslizamento, a Defesa Civil do município compareceu ao local e interditou três casas do terreno acidentado, sem demolir as estruturas, e prometeu agilizar junto à Prefeitura de Niterói obras de contenção. Oito anos depois, ele afirma que a situação está piorando e a cratera aumentando. 

Também morador da rua e vizinho à situação, o autônomo Hugo Leonardo Monteiro, 42, acompanha desde o início o deslizamento. Para ele, a cada chuva a cratera aumenta mais.

“O caminhão de lixo já está passando com dificuldade na rua de cima. Agora ainda está piorando”, contou. 

A Prefeitura de Niterói informou que a Defesa Civil de Niterói e a Secretaria Municipal de Obras vão mandar equipes de vistoria ao local.

Fonte:  O Fluminense

Niterói Online 18/06/2019 às 18h39 Cidades

Veja Também

Comentários

Adicionar Comentário
sentiment_dissatisfied

Opsss... Ainda Não Temos Comentários Para Exibir!

Deixe Seu Comentário

Faça Sua Avaliação!